banner do Ventura Esotérico

Acompanhe o Ventura Esotérico nas Redes Sociais


facebook twitter
banner do Canal Ventura

Trabalhe Conosco

Consultora

Faça parte de nossa equipe de Consultores Esotéricos

Saiba como!


Esta carta rege o seu dia. Medite sobre sua mensagem!

Todo dia você terá aqui uma nova mensagem. Para outros detalhes, consulte nossos esotéricos.




Horóscopo
Áries
Áries
Libra
Libra
Touro
Touro
Escorpião
Escorpião
Gêmeos
Gêmeos
Sagitário
Sagitário
Câncer
Câncer
Capricórnio
Capricórnio
Leão
Leão
Aquário
Aquário
Virgem
Virgem
Peixes
Peixes



Valid XHTML 1.0 Transitional

Culto aos Antepassados

Ancestrais       O Culto aos Antepassados remonta as religiões mais antigas da Humanidade, que estão ligadas à preservação das tradições familiares em todo o mundo. Na verdade, podemos dizer que o que entendemos como religião surge, em diferentes partes do planeta, na forma dos diferentes cultos aos familiares falecidos.

       Os gregos, romanos, japoneses, chineses e africanos cultuavam seus antepassados como uma forma de se conseguir sua proteção e auxílio e também de manter os vínculos familiares. Por isto, era fundamental a continuidade da linhagem familiar através dos filhos; quem não tivesse filhos estava condenado a ser esquecido, pois não teria quem o relembrasse após sua morte.

Ancestrais       Para os africanos, os mortos só existiam se fossem cultuados por seus descendentes que oravam pedindo sua proteção e os alimentavam. Entre os gregos e os romanos, o culto era totalmente proibido a quem não fosse da família; se um estranho assistisse à cerimônia era considerada sem efeito. Seus rituais e hinos eram de conhecimento exclusivo dos familiares.

       Os antepassados na antiga Grécia eram alimentados com leite, mel e vinho. Animais sacrificados e bolos também eram ofertados. O culto aos ancestrais, assim como na África, era de linhagem masculina, sendo o pai de família aquele que presidia as cerimônias. O culto africano ainda existe na África e no Brasil, na Ilha de Itaparica.

       Para todos estas religiões, uma alma que não recebesse as devidas honras fúnebres era condenada a ficar vagando com fome e sede e perturbando os vivos. Para que isto deixasse de ocorrer, era necessário que os cultos fossem realizados periodicamente. A falta com este dever religioso pelos vivos era considerada extremamente grave. Aos condenados por faltas graves era negado o sepultamento, o que os condenava a uma pena neste e no outro mundo.

       Na religião católica ficou preservado o culto aos mortos, através das homenagens às almas, consideradas benditas e protetoras quando invocadas. Quando falece alguém em uma família, são celebradas missas, de sete dias, um ano ou mais, de acordo com as preferências familiares.

       Entre os já extintos índios Tupinambás, também os antepassados eram constantemente relembrados; normalmente, eram sepultados com seus pertences (armas e ornamentos) dentro das malocas de seus parentes vivos para que estes pudessem cuidar deles com mais dedicação. Entre os índios xavantes, existe a festa do Quarup, a mais importante de sua cultura, que relembra os mortos ilustres.

Ancestrais       Antigamente, era bastante comum que os túmulos ficassem muito próximos de onde estavam os vivos, geralmente próximos às casas – perto da vista de seus moradores – para que estes não esquecessem de cultuar os que partiram; portanto os mortos compartilhavam do cotidiano dos vivos.

       Nas religiões orientais, como a Igreja Messiânica e a Seicho-No-Iê, encontramos até hoje o culto aos ancestrais, considerado extremamente benéfico por trazer aos vivos bênçãos, prosperidade e proteção. Aos que já se foram, este culto traz, segundo seus praticantes o equilíbrio que acaba se refletindo no mundo dos vivos em tranqüilidade e proteção para todos os familiares. Assim, as várias gerações de uma família mantêm seus vínculos através da espiritualidade com a prática de uma tradição milenar.


Outras Matérias

Heresias Medievais

matéria 1Quando éramos crianças, há algum tempo atrás se aprendia nas aulas de História que a Idade Média era a Idade das Trevas, em que o desenvolvimento social, cultural e de organização social da Europa simplesmente “congelou-se no tempo”.

Leia mais...
Ficção Científica

matéria 3A principal intenção do gênero da ficção científica – tanto literário como cinematográfico – é discutir o impacto da ciência na vida do ser humano a partir do início da Revolução Industrial. Período histórico este iniciado no final do século XVIII.

Leia mais...
Sonhos e suas interpretações

matéria 5Um dos mais fascinantes e talvez o principal aspecto do inconsciente humano é o fenômeno dos sonhos, indispensável para o equilíbrio psíquico e físico de todos nós. Todos as pessoas sonham, mesmo que não se lembrem disto.

Leia mais...
Animais de poder

matéria 2Desde os tempos das cavernas que o ser humano se utiliza às forças instintivas como auxiliares para entrar em contato com seu lado espiritual. As antigas pinturas encontradas em cavernas na Europa e em outras partes do mundo.

Leia mais...
O Jogo de Búzios

matéria 4Para compreender os mecanismos de funcionamento do jogo de búzios e seus oráculos irmãos – o Ifá e o Opelé, precisamos entender como os africanos acreditam que se dê o destino dos seres humanos.

Leia mais...
São Jorge

matéria 6Um dos santos mais populares, padroeiro de várias nações como a Inglaterra e Portugal, Jorge da Capadócia não é mais considerado santo pela Igreja Católica, mas seu espírito heróico e guerreiro existe antes do Cristianismo.

Leia mais...
Formas de Pagamentos
logo da cef     logo do bb     logo do bradesco     logo do itaú     logo do visa     logo do mastercard     logo do amex     logo do dinners
Home * Consultas* Horóscopo * Consultores* Matérias* Contato * Termos e Condições* Trabalhe Conosco
2013 - Ventura Esotérico - Todos os direitos reservados